Noa's Dreams

30-09-2017

Uma velha senhora, tão velha quase quanto como o edifício que a viu nascer, recorda saudosa e sonha com os tempos de juventude. Lamenta a solidão da velhice... "Mas hoje é dia de festa! Estão cá todos para me ouvir e para me fazer companhia... voltem, voltem sempre! As minhas portas estão abertas para vos receber!!